BEM VINDOS AO ESPAÇO EPROINFO

ESTE ESPAÇO ESTÁ DESTINADO À DIVULGAÇÃO DO CURSO

“INTRODUÇÃO A EDUCAÇÃO DIGITAL”

VOCÊ QUE É CURSISTA, ACOMPANHE AS INFORMAÇÕES DAS UNIDADES NO MENU AO LADO, NO ÍTEM “PAGES”

APRESENTAÇÃO

A Secretaria de Educação a Distância, em 2007, no contexto do Plano de desenvolvimento da Educação – PDE, elaborou revisão do Programa Nacional de Informática na Educação – Proinfo. Essa nova versão do Programa, instituído pelo Decreto nº 6.300, de 12 de dezembro de 2007, intitula-se Programa Nacional de Tecnologia Educacional – Proinfo e postula a integração e articulação de três componentes:
a) a instalação de ambientes tecnológicos nas escolas (laboratórios de informática
com computadores, impressoras e outros equipamentos e acesso à internet banda larga);
b) a formação continuada dos professores e outros agentes educacionais para o uso pedagógico das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs);
c) a disponibilização de conteúdos e recursos educacionais multimídia e digitais, soluções e sistemas de informação disponibilizados pela SEED/MEC nos próprios computadores, por meio do Portal do Professor, da TV/DVD escola etc.
Nesse contexto, surge o Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia
Educacional – Proinfo Integrado que congrega um conjunto de processos formativos,
dentre eles o curso Introdução à Educação Digital (40h) e o curso Tecnologias na Educação: Ensinando e Aprendendo com as TICs (100h).
O objetivo central desse Programa é a inserção de tecnologias da informação e comunicação (TIC) nas escolas públicas brasileiras, visando principalmente a:
a) promover a inclusão digital dos professores e gestores escolares das escolas de educação básica e comunidade escolar em geral;
b) dinamizar e qualificar os processos de ensino e de aprendizagem com vistas à melhoria da qualidade da educação básica.
Esse Programa cumprirá suas finalidades e objetivos em regime de cooperação e colaboração entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Objetivos do curso

Objetivo geral
Este curso visa a contribuir para a inclusão digital de profissionais da educação, buscando familiarizá-los, motivá-los e prepará-los para a utilização significativa de recursos de computadores (sistema operacional Linux Educacional e softwares livres) e recursos da Internet, refletindo sobre o impacto dessas tecnologias nos diversos aspectos da vida, da sociedade e de sua prática pedagógica.

Objetivos específicos
- Refletir sobre o impacto da tecnologia e suas contribuições na vida cotidiana e na • atuação profissional;


- Conhecer e utilizar o sistema operacional Linux Educacional e outros softwares • livres, distribuídos em conjunto com os computadores do Proinfo, que possam contribuir para a solução de problemas e propostas pedagógicas mediadas por tecnologias;
- Desenvolver habilidades necessárias ao manejo do computador e de programas • que possibilitem a elaboração e edição de textos e de apresentações multimídia, a comunicação interpessoal, interatividade, navegação e pesquisa de informações, produção, cooperação e publicação de textos na Internet;
- Refletir sobre propostas de dinamização da prática pedagógica com os recursos • tecnológicos disponibilizados no computador e Internet.

 

VEJA O VÍDEO ABAIXO E ENTENDA MAIS SOBRE SOFTWARE LIVRE

Video sobre software livre produzido pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

CONHEÇA O ITI CLICANDO AQUI

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Organização do curso e metodologia

Para organização deste curso partimos da construção de um mapa conceitual sobre a temática abordada. A nossa intenção é oferecer uma visão global deste processo formativo.
O mapa conceitual é uma ferramenta cognitiva de natureza gráfica que ajuda a sistematizar conceitos, suas relações e interfaces e por isso foi selecionada para favorecer uma visão sintética e ao mesmo tempo global do conteúdo do curso e suas várias facetas de tratamento. Os mapas conceituais são diagramas que ajudam a compreender como as palavras-chave se relacionam entre si. Sua construção parte de uma tempestade de idéias sobre uma temática que, numa segunda fase, é estruturada em torno de palavras-chave, suas ramificações e relações.
Ter uma visão global de início contribui positivamente para a aprendizagem ao funcionar como referência para o desenvolvimento das atividades e para a compreensão, para acompanhamento e avaliação do desempenho, pois permite evocar, organizar e representar graficamente o que se aprende.
Utilizamos este mapa como um organizador prévio das idéias principais, secundárias e alguns aspectos complementares das relações entre elas, que serão abordados neste curso.
Esperamos que o consulte ao longo das unidades de estudo e prática e que organize mapas conceituais relativos ao que for estudado em cada uma delas, como estratégia de aprendizagem.

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

O curso de introdução à educação digital possui uma carga horária de 40h.

O programa do curso está organizado em nove unidades de estudo e prática, são elas:
curso está organizado em nove unidades de estudo e prática, são elas:
* Unidade 1: Tecnologias no cotidiano: desafios à inclusão digital e social•
* Unidade 2: Navegação, pesquisa na internet e segurança•
* Unidade 3: Comunicação mediada pelo computador: correio eletrônico•
* Unidade 4: Debate na rede: bate-papo, lista e fórum de discussão, netiqueta•
* Unidade 5: Elaboração e edição de textos •
* Unidade 6: Apresentações para nossas aulas•
* Unidade 7: Criação de blogs•
* Unidade 8: Cooperação e interação em rede•

Sua proposta pedagógica está embasada nos seguintes fundamentos pedagógicos:
* Formação contextualizada significativa que busca envolver o cursista na análise e • solução de problemas/questões que fazem parte de sua vivência.
* Promoção da autonomia do sujeito.•
* Interação na aprendizagem e construção do conhecimento.•
* Tecnologias como meio e não como fim.•
* Relação ação/reflexão/ação constante.•
* Ênfase na aplicação prática no trabalho docente.•

Estrutura e organização
Cada unidade prevê atividades de aprendizagem, envolvendo conceitos, procedimentos,
reflexões e práticas para 4 horas semanais que podem ser totalmente presenciais ou ser distribuídas em:
* encontros presenciais semanais de, no mínimo, 2 horas; e •
* estudo a distância, guiado pelas unidades de estudo e prática, de 2 horas por semana.

TODAS ESSAS INFORMAÇÕES FORAM EXTRAÍDAS DO MATERIAL DO CURSO: INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO DIGITAL(Beth Bastos; Carmen Granja; Leda Fiorentini (Org.); Suzana Seidel; Brasília – 2008)

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.